Dai-ikkyo (ude-osae)

Ik-kyo durante o Encontro de Amigos Aikidocas no Senshin AikiDojo.

“Não existe ikkyo perfeito, mas todo ikkyo é correto quando executado espontaneamente, sinceramente e em harmonia com uma dada situação. Os estudantes costumam tentar imitar exatamente uma forma do instrutor; no entanto, também para o instrutor o ikkyo é diferente de cada vez. A mesma forma não pode ser reproduzida com exatidão indefinidamente. Em cada circunstância, o grau e o sentido da força diferem; a posição nunca é a mesma, a forma física e a estrutura muscular variam de parceiro para parceiro, a percepção e a sincronia se modificam. Assim, a aplicação também deve mudar de acordo. A técnica é, num segundo, a criação da forma. Nunca é o mesmo segundo, nem a mesma forma. Entretanto, os princípios básicos não se alteram.” Mitsugi Saotome em Aikido e a Harmonia da Natureza. página 229.

“Este é o significado de ikkyo – toda a minha vida está no agora.” Kisshomaru Ueshiba em O Melhor do Aikido: Os Fundamentos, página 223.

Nage: Tadeu Marinho (3º dan)
Ukes:
– Artur Henrique (1º dan): fotos 1, 2 e 3.
– Lucas Migi (1º kyu): foto 4.
– Toscaneli Menezes (6º kyu): fotos 4, 5, 6 e 7.
– Hilson Costa (2º dan): fotos 9 e 10.

Quer conhecer mais um pouco sobre os movimentos técnicos do Aikido? Confira outros posts em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *