Aikido

"Não é uma questão de corrigir os outros, mas corrigir o próprio coração, isso é o Aikido. Esse é o propósito que o Aikido fomenta e esta deve ser sua missão"

Morihei Ueshiba (1883 - 1969)

O que é?

O Aikido é uma arte marcial japonesa derivada do estudo profundo das tradições combativas existentes no Japão antigo. Diferente das artes do kobudo, aquelas que mantêm intactas suas tradições como um legado do passado, Morihei Ueshiba criou um sistema totalmente novo, que preserva os melhores aspectos do legado oriental e adapta-se ao contexto da sociedade contemporânea.

Sua prática possui como objetivo principal o desenvolvimento do caráter humano através do aperfeiçoamento do corpo e da mente. Um caminho que estimula uma maior compreensão do EU interior para apoiar o processo de melhoria contínua (kaizen) do estudante. Segundo seu próprio fundador, o Aikido foi criado para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Desta forma, esta arte não foi criada para incentivar a competição e sim para estimular e aprimorar a comunicação entre pessoas. Através de técnicas marciais antigas, indivíduos com capacidades físicas inteiramente diversas, os mais fortes com os mais fracos, homens e mulheres, adultos e crianças podem praticar juntos e aprender uns com os outros a fim de alcançar a adaptação e a harmonia em qualquer situação, mesmo as de conflito.

Livre da pressão de treinar para derrotar oponentes em competições, a prática intensa do Aikido promove o espírito de harmonia dentro do Dojo, contribuindo para o desenvolvimento de relacionamentos sinceros e duradouros. Amizades genuínas são construídas durante a convivência e o senso de unidade é reforçado. Através da confiança mútua dentro de um ambiente seguro, a troca torna-se cada vez mais intensa e mútua.

Dentre os principais benefícios da prática, destacam-se:
    • Aperfeiçoamento físico e mental;
    • Redução do estresse;
    • Refinamento motor e fortalecimento do corpo;
    • Aprimoramento dos relacionamentos humanos;
    • Gestão de conflitos internos e externos;
    • Desenvolvimento da comunicação e colaboração;
    • Desenvolvimento do foco e disciplina;
    • Conscientização e responsabilidade social;
    • Lidar com a pressão e viver o presente;

Verifique nossa grade de horários e agende uma aula experimental. Venha conhecer de perto nosso Dojo.

Os sete níveis da abordagem do Aikido

"O que vos ensino é a via da harmonia entre
O Homem e o universo. É um eco que vem
Do oceano."
Georges Stobbaerts

O Aikido pode apresentar sete níveis de abordagem que dependem do nosso nível de consciência e da educação.

Primeiro nível
É o mais simples e está associado à noção de defesa. Esta orientação como finalidade, mantém o praticante num caminho estreito, onde só conta a quantidade de receitas técnicas e sua aplicação muscular.

Segundo nível
Apresenta um caracter moral e psicológico. Está ligado à noção de direito e à prática desportiva.

Terceiro nível
É uma abordagem ligada ao aspecto terapêutico, à manutenção física, ao bem-estar pela redução do stress. Pode chamar-se de "prática lúdica".

Quarto Nível
Este nível apoia-se numa concepção filosófica. Exige um estudo e, igualmente, que se considere o aspecto hermético.

Quinto nível
Esta abordagem é de ordem cosmológica. Permite que o praticante se abra a uma dimensão espácio-temporal.

Sexto nível
É o nível que se chama: a transmutação. Visa a purificação do ser por meio de diferentes procedimentos. É o nível do conceito de "Sumikiri", ou seja, o Budo da metamorfose. Espiritualiza os atos gestuais. É a abordagem autêntica.

Sétimo nível
É de ordem espiritual. Está ligado à perseverança. Não existem mais contradições. É a mobilização de todas as energias. Deixa de existir dispersão mental que nos conduz aos impasses. É a benevolência, o verdadeiro Aiki; é o encontro do centro e do "não agir". É a harmonia com tudo que nos rodeia.

Realizando a diversidade dos planos de consciência, pelos quais se pode abordar esta arte, compreende-se que toda graduação é ilusória. A graduação não é uma avaliação do conhecimento ou da competência. É unicamente uma atribuição de responsabilidade. Agarrar-se a uma graduação é impedir-se de evoluir. A consciência deve estar em constante evolução para obter a verdadeira vitória sobre si mesmo; vitória de reconciliação consigo mesmo. Portanto, não é a vitória sobre o outro. É a vitória graças ao outro.

Vídeos

Programa Técnico 5º kyu (faixa amarela).

Shomen-uchi Irimi-nage (movimento e conceito).

A prática do Aikido por crianças.

Sessão de Koshi-nage com Stéphane Goffin na Hungria. (Agosto de 2015)

Nagewaza com Stéphane Goffin na Hungria. (Agosto de 2015)

O Professor

Iniciou a prática do Aikido em janeiro de 2004, mesmo ano que conheceu o Mestre Georges Stobbaerts, idealizador da escola TenChi International.

Encantado com a proposta de utilizar o Budo como ferramenta para desenvolvimento humano e espiritual, visitou o Hombu Dojo da escola, localizado em Sintra/Portugal, pela primeira vez em julho de 2007. Desde então, frequentou o Dojo do Mestre com visitas anuais mesmo após o seu falecimento.

Com o intuito de enriquecer a prática e ampliar sua visão sobre o Aikido, viaja freqüentemente por diversos países acompanhando o trabalho de mestres e professores os quais admira.

Atualmente possui a graduação de 3º dan (sandan) da escola TenChi International e da Aikikai. Localizada em Tóquio, Japão, a Fundação Aikikai é responsável pelo desenvolvimento e popularização do Aikido no mundo, sendo reconhecida pelo governo japonês em 1940.

laetitia

Laetitia Dubasin

Aos nove anos de idade, Laetitia iniciou a prática do Aikido. Guiada por seu professor Stéphane Goffin e através da influência de grandes mestres como Georges Stobbaerts e Christian Tissier, Laetitia forjou um aikido composto por movimentos técnicos extremamente precisos e belos. Com uma excelente didática, tornou-se uma referência bastante conhecida na Europa.

Henrique

Henrique Martins

Responsável técnico pela escola TenChi nas cidades de Coimbra, Viseu e Porto em Portugal, Henrique acompanhou de perto o trabalho do Mestre Georges Stobbaerts em TenChi. Visitou o Brasil constantemente para apoiá-lo em seus seminários e continua o trabalho do Mestre compartilhando sua visão através estágios anuais.

Redes Sociais

Estamos presentes em diversos meios digitais para trazer conteúdo de alta qualidade para os praticantes de diversas artes do movimento que potencializam o desenvolvimento humano.

© 2021 Munen Mushin Dojo